Você não sabe menina
Você não pode saber
Como esse amor impossível
Tem me feito padecer
Eis aqui minha desdita
A minha sorte mesquinha
Não posso ser de você
E você não pode ser minha

Há coisas que eu não entendo
E também não adivinho
Porque Deus pôs por você
Bem justo no meu caminho
Porque você me agradou
E porque sempre te amei
Eu sei que você não sabe
Você sabe que eu não sei

Você menina bonita
Prestimosa, santa e pura
É toda minha desdit
És toda minha loucura
Tenho sofrido bastante
Mas não mal digo esse amor
Sofro até com alegria
Pois você é minha dor

Deus tenha pena de mim
E me dê força bastante
Para vencer as saudades
Quando eu estiver distante
Senhor resolva minha sorte
Meu sofrimento invencível
É tortura, é quase morte
O meu amor é impossível

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Vídeo incorreto?