Qual é a cara do ladrão
Quem é que vai saber
Será o moleque de calção
Ou o engravatado no poder
Eu prefiro confiar
Só no amor de Deus
Pois o que o dinheiro não me da
Ele já me deu
Não venha dizer que não
Essa e minha certeza
Eu não caio na ilusão
Agradeço a comida sobre a mesa
Onde esta seu coração
Esta também sua riqueza
Não caia na ilusão
Agradeça a comida sobre a mesa

A quem não saiba dividir o pão
Cresce o olho no que é do irmão
Pobre de quem tá vivendo da corrupção
Não importa se esse mora na favela ou na mansão
A quem não saiba dividir o pão
Cresce o olho no que é do irmão
Pobre de quem tá vivendo da corrupção
Não importa se esse mora na favela ou na mansão

Qual é a cara do ladrão
Quem é que vai saber
Será o moleque de calção
Ou o engravatado no poder

Eu prefiro confiar
Só no amor de deus
Pois o que o dinheiro não me da
Ele já me deu
Não venha dizer que não
Essa e minha certeza
Eu não caio na ilusão
Agradeço a comida sobre a mesa
Onde esta seu coração
Esta também sua riqueza
Não caia na ilusão
Agradeça a comida sobre a mesa

A quem não saiba dividir o pão
Cresce o olho no que é do irmão
Pobre de quem tá vivendo da corrupção
Não importa se esse mora na favela ou na mansão
A quem não saiba dividir o pão
Cresce o olho no que é do irmão
Pobre de quem tá vivendo da corrupção
Não importa se esse mora na favela ou na mansão

Vídeo incorreto?