Depois de tanto esforço
De tanta luta
Há algo que nos separa

É aquela sombra
Sombra do medo

Ao acender de uma luz
Que logo se apaga
Mas...
O pouco tempo que permaneceu acesa
Foi o suficiente para mostrar-nos
A oportunidade que a vida nos dá
Mas...
Que nem todos nós sabemos aproveitar

No apagar da luz
Novamente a escuridão,
A ilusão e o arrependimento
De ter deixado passar
O que não volta mais
Mas...
O tempo a de apagar as mágoas do passado

E as lembranças?
As lembranças são marcas
Que ficam para sempre em nossos corações
Que infelizmente a mente não consegue decifrá-las

Assim é como a paixão,
Quer dizer, não só como a paixão
Tudo passa,
Mas só o amor fica e é eterno e imortal

Nessa escuridão que me atormenta,
Que me destrói e que me joga para baixo
Não consigo achar a saída correta

A única opção que me resta
É também
A única saída que no momento consigo enxergar

É o brilho dos teus olhos.
É o formato da sua boca
Que me conquista
Que vai me dando uma louca e ardente
Vontade de beijá-la

Mas...
Nem tudo é o que parece ser
Como tudo na vida que é bom dura pouco,
Dessa vez não poderia ser diferente...

Depois desse sofrimento
A maior desilusão
Para aumentar o meu lamento
Acabou-se meu invento,
Pois acabo de acordar de um sonho
Que infelizmente não é real...

E a luz que havia se acendido
Volta a se apagar
Enquanto eu diante de um espelho mágico,
Olho profundamente no seu olhar
E volto a alucinar...

Vídeo incorreto?