No buraco do cd passa eu, passa ela, passa você (bis)

Sou natural da cidade de São Sebastião da flecha perdida,
aqui a rosa nasce no mar e morre no enxofre.

Kaos Beat soma insana das trovoadas e dos pingos de suor (bis)

No buraco da TV cabe a guerra, cabe a grana, cabe o canalha que rouba você (bis)

Sou natural da República libertária dos Tamoios,
meus ancestrais iam a remo da Baia de Guanabara a Bertioga
para guerrear com irmão de lá

Kaos Beat soma insana das trovoadas e dos pingos de suor (bis)

No buraco você, cabe a justiça, a verdade, ê?...ê? (bis)

O novo e o velho se esbaram pelas velhas ruas da Lapa perfumadas de mijo
Só sei que das camadas mais quentes desse mijo
uma intensa revolução humana emerge
isso a minha vagabunda poesia garante.
Juro por Jack, por Jack, por Jack Kerouac (4x)

Viva os Vagabundos Iluminados!
Viva os Vagabundos!

Kaos Beat soma insana das trovoadas e dos pingos de suor (4x)

No buraco do cd...

Vídeo incorreto?