Vista, vista, vista seu uniforme de lama
E caia, caia, caia no vendaval do tambores de fogo

Quem deseja luz veio da luz
Quem veio da luz deseja luz

Se o fogo purifica, fogo!

É hora de amar o fogo, nossas mãos estão ardendo de vida
O fogo vem de dentro
O fogo vem de fora
A cidade esta em chamas
Nossas mentes e sexos estão em chamas

Vista, vista, vista sua saia azul
Vista, vista, vista sua saia amarela
Vista, vista, vista sua saia vermelha
E caia, caia, caia no vendaval dos Tambores de Fogo
Quem veio da luz deseja luz

Se o fogo purifica, fogo!

Os selvagens não fogem da chuva
Os selvagens não temem o vermelho
Somos o vermelho quase azul

E a cidade que andava às escuras
há de dançar por cem bilhões de noites
ao sol dos tambores de fogo

Vídeo incorreto?