Na minha vida eu aprendi a falar a ouvir
Questionar, entendi o que a escola não soube me ensinar
Percebi que nessa selva quem é forte sobrevive
Pena que alguns manos não teve as chances que eu tive
Eu sou, a voz de quem não teve força pra gritar
E se calou mesmo tendo vários motivos pra falar
Eu sou, a revolta de um sistema que ensina
Que o povo informado só resulta em problema, né?
Você sabe, mas não se faz presente
Finge que não ver mesmo estando na sua frente
Porque luta só de boca não existe
Chega de se omitir, do contrário toda essa merda persiste

Enquanto eu tiver motivo pra falar
Eu vou
Buscar respostas que os meus querem ouvir
Pois é
Só não pode faltar ar no meu pulmão
Porque?
Eu sou a voz de quem não teve força pra gritar

Eu vim de onde o sonho de muitos é ter escolha
Entre o certo e errado mas oferecem qualquer coisa
Mas não me contentei com pouco
Fui atrás do meu sonho mesmo quando disseram que era louco
Vivenciei vários irmãos se perdendo na caminhada
E vi muito ladrão vestindo terno e gravata
A justiça brasileira é ditadura encubada
Só funciona pro lado daquele que não tem nada
Não vou me calar, eu vim pra falar
Meu povo espera de mim uma conduta de quem foi criado no gueto
Mas nunca deixou de lutar
Eu não vim pra ser mais um
Mas não importa o tamanho da guerra não vou baixar a cabeça
Pra filha da puta nenhum

Enquanto eu tiver motivo pra falar
Eu vou
Buscar respostas que os meus querem ouvir
Pois é
Só não pode faltar ar no meu pulmão
Porque?
Eu sou a voz de quem não teve força pra gritar

Vídeo incorreto?