Estresse-me jogue onde eu possa enxergar
São meus acordes
Você falou da vida que era longa e sabia muito antes
Que não somos piores
Você já me devia explicações do sentido desta vida
Seu ignorante
Bastava só passar em minha porta mãos atadas e adiante
Que eu te alcanço

Sou como quero, desatinem no jogo
Perco e espero um momento novo
Vou e te espero no caminho do ouro
Enquanto dilacero um espinho venenoso

Não curo ninguém pois sou feito de sangue
A chave do mundo é um vôo rasante
Com medo e coragem, sentimentos e abusos
São tantos protestos que eu fico confuso

Eu estive longe, longe só por um momento
Eu cai de frente, de frente pro testamento
E você disse que era a cara do vô
E você disse que era a cara do vô
E eu não disse que te perdoaria

Sou como quero, desatinem no jogo
Perco e espero um momento novo
Vou e te espero no caminho do ouro
Enquanto dilacero um espinho venenoso

Estresse-me jogue onde eu possa enxergar
São meus acor...

Vídeo incorreto?