Medo


Eu te vejo com um olhar superior
Me diga quem você acha que tá lá fora
Você está com sorte
Mas não há sorte neste lugar
Eu juro que esta cidade não tem coração
Aqui os anúncios dizem: "Faça seu tempo", todos estão cumprindo uma sentença

É, apenas só não há ninguém aqui
Não há ninguém aqui que saiba o que é crime
Eu vi meu pai viver uma mentira
Eu prefiro morrer do que desaparecer aos poucos
Eu li as regras
E eu as conheço bem
Você nunca vai me fazer

Jogar o jogo do medo, do medo...

Correndo com os ratos
Pela cidade
Te faz sentir como um parceiro no crime
Garota, você não vai parar para assistir
aquela garota morrer
Hei, querida, você não vai parar e me ouvir?
Só de estarmos aqui, sentimos um ataque cardíaco
Nós podemos fugir
E buscar o pôr-do-sol
Nós podemos fugir e nunca olhar pra trás
Segure minha mão, eu sei que nos conseguiremos
Eu não deixarei que nada nos atrase
Eu sei que você quer amaldiçoar este lugar
Mas só há uma coisa que está nos impedindo

Medo, medo, medo de algo novo, medo, medo, medo

Do anel de latão
Você não é o único a aproveitar as oportunidades
Trabalha, vive e respira das nove as cinco
E ainda chama isso de vida
Para mim, isso é sobrevivência
E sobreviver é viver e morrer com

Medo!