"Eu venho através dessa mal traçada linha
Fazer uma poesia, um poema pra cachaça
É uma declaração de amor, porque a cachaça não é problema nenhum pra ninguem
Porque o problema tá na cabeça de quem toma chifre
Então quem não tomar, toma cachaça pra esquecer todos os problemas
Não entendeu? Eu vou começar de novo!"

A danada da cachaça é minha amiga e companheira
Bebo a noite inteira até ver tudo rodar
A danada da cachaça é minha amiga inseparável
Quero ver o miserável, a um copo me negar

Por você que eu bebo tanto assim...
Essa "misera" me deixou
Não quero viver pra sempre assim
Pensando no teu amor

Tomo todas para rebater
O que você me fez sofrer
Se por um acaso esse bar fechar
Vou beber em outro lugar

(Sabe o que eu tava pensando?)

A danada da cachaça é minha amiga e companheira
Bebo a noite inteira até ver tudo rodar
A danada da cachaça é minha amiga inseparável
Quero ver o miserável, a um copo me negar

Por você que eu bebo tanto assim...
Essa "misera" me deixou
Não quero viver pra sempre assim
Pensando no teu amor

Tomo todas para rebater
O que você me fez sofrer
Se por um acaso esse bar fechar
Vou beber em outro lugar...

"Deixa eu continuar a ler...
Pobre daquele homem que arrumar uma mulher cachaceira
Porque ela vai beber por vocês dois e vai causar constrangimento
Fazendo aqueles barracos que só mulher cachaceira sabe fazer!"

Por você que eu bebo tanto assim...
Essa "misera" me deixou
Não quero viver pra sempre assim
Pensando no teu amor

Tomo todas para rebater
O que você me fez sofrer
Se por um acaso esse bar fechar
Vou beber em outro lugar...

"E agora, por essas mal traçadas linhas eu termino esse poema
Porque eu vou no bar de Zé Manoel tomar uma, ponto final."

Vídeo incorreto?