A festa ia animada
Quando alguém de lá gritou:
"Ai meu Deus, uma barata"
Foi aquela confusão
E a bagunça começou

Pisa na barata
Mata essa barata
Vixe, que barata
É um barato essa barata

O chico Bento que já tava
Bem queimado
Com a cuca afermentada
Foi dizendo apavorado:

E o pedido sem demora foi mandado
Pra Zequinha delegado
Cabra macho do lugar
E foi chegando, foi dizendo,
Foi gritando:

"Não se avexe todo mundo que a barata eu vou matar"
"Cadê o diabo dessa barata, home
Pra eu dar um tiro bem no meio da testa, oxente!!!"

Pisa na barata
Mata essa barata
Vixe, que barata
É um barato essa barata

D. Carmélia que era moça muito velha
Já passava dos sessenta mas dos vinte não chegou
Querendo agora da uma de menininha
Toda apavoradinha, para o povo apelou:

O Zé gaguinho que era cabra cobiçado
Tava quase arrumado
Com a filha do escrivão
Se apavorou, e com o olho
Arregalado
Ficou todo enrrolado quase morre no salão

Pisa na barata
Mata essa barata
Vixe, que barata
É um barato essa barata

Vídeo incorreto?