Última oraçao


Naquele dia de verao, eu fui apanhado por aquelas mãos inocentes
Preso em uma caiza de vidro como uma formiga

Contorcendo num jardim em miniatura em que fui colocado
Fracos humanos destruem meu ninho com os dedos

Eu feicho meus olho e
Oro, neste mundo involto nas trevas da dor
Para quê? para quê?
Devo eu viver?
Sonhos errantes

O amanhã continua para sempre
Eu pensava que era assim que era suposto se

Em apenas um segundo o cenario em frente aos meus olhos desapareceram
E em todo este desespero uma flor chamada "você" floresceu

Oro, mesmo que sinta que vou ser esmagado por este destino cruel
Em algum lugar tu sorris e tornas-te na minha esperança
Oro, como passar, tão fugaz como a vida pode ser, eu quero viver
Meu amado, você esta aqui, você esta aqui
Iluminando esta escuridão

Orar ... esperança ...
Desejar ... amar

Como um jogo inconstante de roleta
Estou brincando com, e mantido vivo pelos caprichos de deus
Em nestes dias que nao se faz nada mas etch sofrimento
O significado da vida em que você me ensinou

Abre meus olhos
Oro, mesmo que eu sinta que vou ser esmagado por este destino cruel
Em algum lugar sorris e te tornas minha esperança
Oro, como passa, tão fugaz como a vida pode ser, eu quero viver
Meu amado, tu estas aqui, tu estas aqui
Sempre ao meu lado
Livra minha oração

Última oração