Podem ser só notas e palavras em vão...
Pode ser só mais uma canção
De um acomodado coração
Já cansado de se esconder.

Já cantei o oposto do que eu vivo, eu sei!
Já vivi fugindo dessa voz.
Um mal-acostumado pescador
Já cansado de redes lançar.

O caminho é longo, o mundo é grande
E pesada a cruz...

Mas como cantar se eu não vivo?
E como viver sem cantar a verdade?
Que minha música toque meu coração
Antes que saia de mim e chegue a ti.

Quero dar um passo rumo a um dia melhor!
Vou cair, e logo levantar
Como um perseverante filho teu
Já sem medo do que virá!

O caminho é longo, o mundo é grande
E pesada a cruz...

Mas como cantar se eu não vivo?
E como viver sem cantar a verdade?
Que minha música toque meu coração
Antes que saia de mim e chegue a ti.

Onde eu for, te encontrarei.
Quando eu cantar, te escutarei.
Cada abraço, cada sorriso é o teu amor.

Pois como cantar se eu não vivo?
E como viver sem cantar a verdade?
Que minha música toque meu coração
Antes que saia de mim e chegue a ti.

Vídeo incorreto?