Karma


Eu deixei cair um único pedaço de vidro enquanto eu tentava pega-lo, deixei cair outro
Em um minuto de silêncio, há somente um restante

Quando um coração começa a bater pessoas relutantemente dão espaço
e continuam a protegê-lo de ser roubado

A mão que você tentou manter limpa foi manchada de sangue
e antes que você duvide de suas memórias, as memórias irão duvidar de você

Você certamente irá se encontrar conosco
e marcará o pulso que combina com o seu
Nós estamos bem aqui, sempre te chamando
e quando as razões gastas começarem a balançar
você compreenderá o significado de sua existência

Contanto que você ainda exista ele não tem nenhuma outra escolha, a não ser, dar espaço
em um minuto de silêncio você tem problema em dobro

Eu deixei cair um único pedaço de vidro quando caiu, algo disparou
e o lugar onde tinha sido roubado foi banhado pela luz

Contando números e os parecidos você viu que não há nada, a não ser uns números
coisas que você supostamente não sabe estão em algum lugar entre 1 e 0

Você irá se encontrar conosco pela primeira vez
e marcará a bandeira do grito que combina com o seu próprio
não se esqueça de que nós estamos sempre te chamando
e quando os dois de você tentam cobrir aquelas razões gastas
a promessa estará feita

É o espelho que nos une.
o que reflete todo o karma
As mãos manchadas de sangue sentirão uma a outra
e você compreenderá sua forma

Nós estamos bem aqui, quase tocando um ao outro
e nós aparecemos durante o minuto de silêncio

Não se esqueça de que nós estamos sempre te chamando
do mesmo lado do pedaço de vidro
certamente você se encontrará conosco
e quando a cruz substituir aquelas razões se afundando
a promessa será cumprida
e nós todos nos juntaremos