Voz do povo, voz de Deus, sou eu de novo
É o C A B A L, faço a prece e me movo
Loco, dono do jogo, é, aposta do bicheiro
Se você quer batalhar, primeiro mostra o dinheiro
Eu só to tentando vender 1 milhão de discos
Pra sair na rua gritando, 1 milhão, to rico
Pra comemorar, champagne, 1 milhão de litros
Rap no Maracanã pra 1 milhão ao vivo
Se eles não querem, represento eu
Porque eu quero, tipo o DBS, "Qui Nem Judeu"
Ouço a falação, tru, eu to só fazendo o meu
Opinião é tipo cu e cada um tem o seu
Mas vamos aos fatos, quem é o mais completo?
No estúdio ou nos palcos nessa selva de concreto
No freestyle, no estilo, nas músicas e nos prêmios
Nas entrevistas, no business, no marketing, ele é um gênio
O coração de São Paulo, continuo, não paro
Tipo um cão num canil, eu só ouço, não falo
O melhor do Brasil? Não é o Rodrigo Faro
Nem o Marcio Garcia, o que eu faço é magia
Que nem o Valdivia, fazendo alquimia
Pura da Bolívia, foda-se a polícia
Nunca vão me pegar, não sou o Abadia
É o Cabal, correria e quem fala mal devia
Mostrar R E S P E I T O
Pra quem faz em SP, esse é o Time PRO
Ei rapaz, quero ver desfazer esse nó
E o meu flow é tão frio, que o Tio é eskimó
Faço som pra geral, pra curtir na moral
Pra pular, popular, é o som do Cabal
Sabotage, Helião, Negra Li, Mano Brown
Thaide, Rappin Hood, o bom Rap nacional
Mas os críticos, eles não me entendem
Como pode ele misturar Rap com Iron Maiden
Fodam-se eles, fodam-se eles todos
Eu to no topo do globo, voando num heliporto
As vezes eu me sinto tipo o Lil Wayne
To a frente do meu tempo, cabeça em 2100
Deve ser porque eu coloco C em classe
O melhor do Brasil? Não sei, você que sabe

Vídeo incorreto?