O jovem no brasil
Nunca é levado a serio
Ai time pro jovem.

Só um moleque de rua
Numa cidade qualquer
Verdade nua e crua
Ele já sabe qual é
E até mesmo com a sua
Pouca idade já é
Sujeito homem
Mais no seu peito jovem
Há fé.
Vendendo bala no sinal
Isso não é um filme
Onde alguém te fala no final
Corta,
Ninguém se importa na real
Ninguém da chance pra ele
E toda porta bate
Fora da escola ele some
A mãe alcoólatra
O pai ele nem sabe o nome
Ele queria jogar bola
Só que cheio de fome
Era mais fácil
Cheirar cola
E driblar os homi

Só um moleque sem lar
Pego o trem da meia noite
Indo pra qualquer lugar
Sua jornada continua
Ela não pode parar
E aconteça o que acontecer
Não pare de acreditar

Porque você é
Você é só um garoto
Então foge garoto
Porque você é
Mais não tá só garoto
E você pode garoto
Se você tem fé
Canta pra ele vai

Ele ainda tem fé
Na cidade cinza escura
Essa vida nem é
Ele ficava no centro
Só andando na citty
E ele pirava vendo
Os cara mandando um grafite
Até que viu um show de rap
E naquele momento
Tudo mudou pro moleque
Conheceu o movimento
Foi foda, eu sei que
Ele ficou feliz
Dentro da roda de black
Esperou até o fim
E no camarim falou pro rapper
?Quero isso pra mim?
Então o rapper levou ele
Numa oficina de rima
Virou outro moleque
A auto-estima em cima
O rap é saída
Pra essa molecada
Que entra na vida bandida
E pra quem não tá ligado
Essa história é real
O moleque falou comigo
Era o show do cabal.

Porque você é
Você é só um garoto
Então foge garoto
Porque você é
Mais não tá só garoto
E você pode garoto
Se você tem fé
Canta pra ele vai...

Só um moleque sem lar
Pegou um trem da meia noite
Indo pra qualquer lugar
Sua jornada continua
Ela não pode parar
E aconteça o que acontecer
Não pare de acreditar. [4x]

Vídeo incorreto?