Isso não tem fim...

Desde aquele tempo, não importa a data
Dominando a São Bento, tirando som da lata
Voltando pra casa, cansado então eu dizia pra mim
Ta começando uma historia que nao mais vai ter fim

Quantos MCs? Quantos B-boys? DJs?
Quantas rimas que eu fiz? E as que não fiz talvez
A historia continua como sempre na responsa
E agora traz de volta Cabal, Jacksom e Bomba

As vezes eu me pergunto se meu destino é brilhar
Já matei todas, só falta do castigo no bilhar
Cabal eu posso te emprestar o disco, mas traz de volta
Vê lá o que vai fazer com isso, traga e solta

No meio da neblina, venha o que vier
Do fundo do baú, o vinil só filé
No frio da garoa, qualquer clima é de boné
Relembrando os velhos tempos com o Dima da Guiné

O sampler, o corte, a gente traz de volta
Sem treta, sem crise, se quiser traz escolta
A letra, a rima, poesia traz revolta
Até que um dia eu só veja a paz em volta

Não cospe pra cima por que vai e volta
Lembra com nós, acende, puxa, passa e solta
Se hoje eu pareço um vilão pra você
É por que antes não me deram chance de vencer

Milhares de pessoas procurando um emprego
Se elas não acharem continua o pesadelo
Tem que pensar antes de falar
Por que na próxima esquina tudo pode mudar

Todo mundo fala sobre a Era de Ouro
Mas o presente é um presente, todo dia eu ganho outro

O que eu proponho agora é de trazer de volta
O que é bom na memória, o passado é historia
Vários bailes que eu curti e lugares que viajei
Vários shows que vivi, momentos que resgatei

Com isso trago inspiração e o dom
Guiado, um instrumento, eu trago a boa vibração
Pra trazer energia para nova geração
Jacksom dá idéia, qualidade no som

[Refrão]
Agora é a boa hora, pra trazer de volta
O que faz a historia acontecer
Quando o baile lota
E o rap volta pra vencer

Vem vê que é nós!

Que tem a voz, que faz chover
Mestre de cerimônia tem que merecer
O baile bombar e o povo mexer
Os manos brindar e as minas beber
Dinheiro constar e a gente poder
Curtir um lazer sem desmerecer

Tamo no jogo, Time PRO no auxilio
Tipo Caetano Veloso, mas o Cabal no exílio (não)
Eu fico por que é militar meu regime
Então, olho gordo (o que?), eu vou limitar seu regime (haha!)

Não caminhando, to correndo contra o vento
To fazendo acontecer, to vendendo meu talento (Eu)
Volto no tempo, to me vendo na São Bento
To vivendo a cultura, to movendo o movimento (é quente!)

Mas se não é, não é (uh huh)
A gente anda pra frente enquanto alguns dão ré
Irmão é aquele que aperta sua mão né? (é)
Corre junto com você e quebra o pão né? (é)

Eu sou assim (sou assim), sou humilde sim
Lembro que quando eu comecei você riu de mim
Me falou "O Cabal eu nunca vi pior"
Falou, mas quem ri por ultimo é que ri melhor então (hahahahaha!)

Eu to rindo agora
Viajando o mundo, eu to indo pra fora
Com meus manos, o microfone sendo passado (a tocha)
Carregando a tradição que vem do passado (ay!)

Faz a aposta (yeah), tamo atrás das notas (yeah)
Mulherada gosta (yeah), toda casa lota (yeah)
Os flows, os shows, a gente traz de volta
Paz, amor, união e diversão a gente traz de volta

Vídeo incorreto?