Era um casal feliz morava no Paraná
Mudou pro Amazonas pra nova vida tentar
Passando dificuldade até que chegou lá
Na estrada transamazônica o homem foi trabalhar.

Tinha somente uma filha seu José e dona Rita
Com sete anos de idade uma loirinha bonita
Morando lá no sertão naquela selva infinita
Mas a mãe da coitadinha vivia sempre aflita

Vivendo naquela selva distante da habitação
O marido trabalhava cortando terra do chão
Sem saber que o destino lhe faria ingratidão
Enfrentando a vida pra poder ganhar o pão.

Certo dia Dona Rita a sua filha chamou
E saiu pra lavar roupa quando lá no rio chegou;
A menina inocente na beira da água sentou
Uma cobra sucuri a sua vida tirou.

A mãe vendo aquela cena na hora enlouqueceu
O pai ficou abalado com o golpe que sofreu
E voltou pro Paraná quando isto aconteceu
Deixando na amazônia a filhinha que perdeu.

Vídeo incorreto?