DECLAMADO...
"Mãe!
Nome sagrado que agente venera e adora.
Criatura que mais se ama depois de Nossa Senhora
Vendo a minha mãe paralítica e sem sinal de melhora
Levei ela confiante ao bom Jesus de Pirapora"

Num velho carro de boi
Saímos estrada a fora
Passando em toda a viagem
Perigos de hora em hora
Dormindo nos mataréus
Onde a pintada mora
Mas quem tem fé neste mundo
Sofre calado e não chora

Com dez dias de viagem
Sem a esperança perder
Do alto de um espigão
Ouvi um sino gemer
Eu vi a linda paisagem
Que nunca hei de esquecer
A matiz de Pirapora
Nas margens do Rio Tietê

Até a porta da Igreja
O meu carro nós conduz
Levei minha mãe nos braços
Ao altar cheio de luz
Ali me ajoelhei
Fazendo o sinal da cruz
Beijei a imagem sagrada
Do abençoado Jesus

E a cura milagrosa
Deu-se ali naquela hora
Minha mãe saiu andando
Daquela Igreja pra fora
Foi o milagre da fé
Falo por Nossa Senhora
Bendito seja pra sempre
Bom Jesus de Pirapora

Vídeo incorreto?