Para mim sair da vida dura eu vou contar como é que foi
Eu colhi mil sacas de milho e duas mil sacas de arroz
E lá na fazenda Varjão engordei vinte mil bois
Nasceu o Nelore Valente,
O vaqueiro Zé Vicente é quem sabe contar como foi.

Para mim é só alegria, não tenho nada a reclamar
Só tenho que agradecer tudo o que Deus me dá
Na sombra de uma paineira eu parei pra descansar
Minha sorte ninguém corta
Pra chover na minha horta não precisa trovoar.

É assim que eu vejo a vida no meu jeito de pensar
Todos tem o que merece a sorte é só deus quem dá
Devagar se vai ao longe, foi assim que eu cheguei lá
Quem era um João Ninguém
Para Deus eu digo amém, hoje eu tenho muito pra dar.

Vídeo incorreto?