A mulher do cachaceiro
Como sofre esse coitada
Ela é que pula cedo
Pra tratar da criançada
Faz o serviço da casa
E trabalha de empregada
As mãozinha da mulher
Já está toda calejada
Só ela que faz bonito
Porque seu mocadelito
Tá de pinda e ñ quer nada.

A mulher do cachaceiro
Tem uma vida sem graça
Lá debaixo da coberta
A coitada se embaraça
Se ela cobre a cabeça
E ele ñ lavou o pé
Que catinga de chulé
Ela se descobre a cabeça
Vem o bafo da cachaça
Mas que vida que ela passa.

Quando ele sai de casa
Já sai batendo matraca
Chega na porta da venda
É ali que ele empaca
A tarde já foi pro brejo
E atolou junto com a vaca
Quer bancar o valentão
Coçando o cabo da faca
Fazem ele de peteca
Chega em casa só de cueca
E já perdeu até a goiaca
A mulher do cachaceiro...

Vídeo incorreto?