Deus mandou uma grande prova para um ladrão desordeiro
Que vivia pela estrada assaltando os boiadeiros
Família da redondeza viviam em desespero
Ele matava e roubava sitiante e fazendeiro
Pegava o gado e vendia
Quantas maldades fazia com os pobres caminhoneiros.

Ele mandou um recado pra um fazendeiro ricaço
Vou passar na sua casa, não quero ter embaraço
Já sei que você é crente, anda com o livro nos braços
Não quero perder a viagem na visita que lhe faço
Se a bala não me segura
Quero ver se a Escritura consegue parar meus passos.

Ele invadiu a fazenda fazendo a maior anarquia
Quando ele foi entrando pra dentro da moradia
Encontrou o homem valente não corria e nem tremia
O crente estava orando e orando prosseguia
O bandido ali parou
E por um momento escutou o que o cervo de deus dizia.

Ele tirou o chapéu respeitando o orador
O bandido comoveu com a palavra do senhor
A bíblia estava na mesa na frente do mal feitor
O bandido estremeceu já foi mudando de cor
Jogando as armas no chão
Pegando a bíblia com a mão com carinho e muito amor.

Daquele dia em diante o ladrão se converteu
O coração que era duro já lhe foi amolecendo
Aquele passado triste pra ele também morreu
Tudo que ele fez de mal chorando se arrependeu
O ladrão foi convertido
E deixou de ser bandido com a palavra de deus.

Vídeo incorreto?