Deitado na rede com os meus filinhos
A minha mãezinha me veio a lembrança
Sinto saudade dos seus carinhos
Chorei ao lembrar meu tempo de infância
O tempo é igual o rio que corre
Depois de passar não retorna mais
Ah, seu eu pudesse eu parava o tempo
Pra não ficar velho mamãe e papai.

Mãezinha eu sei quanto você sofreu
Pra me defender enfrentava o perigo
Se me via triste você chorava
Na minha alegria sorria comigo
Hoje andando na estrada da vida
Esses versinhos eu fiz pra você
Sua bondade não será esquecida
Por isso eu quero lhe agradecer.

Mãezinha eu noto no seu lindo rosto
Vejo a estampa do mapa da vida
Em cada traço uma longa estrada
Representando uma missão cumprida
Sinto saudade de minha infância
E dos carinhos que você me fez
Queria ser criança de novo
Para deitar em seu colo outra vez.

Mãezinha eu vejo seus cabelos brancos
Me vem a lembrança que o tempo passou
Juntinho de ti me sinto feliz
Estão eu percebo que nada mudou.

Quanta alegria eu sinto agora
Em ver seu amor quanta és carinhosa
O seu coração nunca vai ficar velho
Tu és o retrato da mãe amorosa.

Vídeo incorreto?