Feita pra mexer com todos nós
Jóia fina ou coisa parecida
Quem tentar dormir em seus lençóis
Passa de guerreiro a suicida
É pano banhado de luar
Dentadura branca de salina
Domina brejeira a me surrar
Com seu falso cheiro de menina

Ela cheira como flor de açucena
Filha do sol, adora Iracema
Abelhinha principal da colméia do amor
O perigo ta no tom, no tom, no tom marrom
O pecado ta na cor do seu batom

Veio a Terra pra nos visitar
Chegou de carona num cometa
Certamente habita em outro lugar
Criatura de outro planeta
Tem poderes sobre-naturais
Tudo nela é coisa de cinema
Seus olhos morenos são fatais
Chega de repente e rouba a cena

Vídeo incorreto?