Infidelidade

Aquele que considera o amor
Uma quimera
Vive longe do sofrer
Tem sempre os olhos enxutos

Crer no amor de dez minutos
Que nelas não se deve crer
São falsas na maioria
E quando o homem confia

Em tudo que a mulher diz
Eis a traição consumada
Uma vida desgraçada
Um lar a mais infeliz

Gostei de uma criatura
Sem moral, sem compostura
Sem coração, sem pudor
Era o dono do negócio

Sem saber que havia um sócio
Na firma do nosso amor
Felizmente ainda alegra
Saber-se que em toda regra

Tem sempre a sua exceção
Não julgo todas por uma
Pode ser que haja alguma
Com pudor e coraçaõ

Vídeo incorreto?