(Estribilho)
E bateu-se a chapa, meu bem, nessa posição,
Eu com a cabeça pendida no teu coração
E hoje quando passas por mim nem me dás valor (que eu sei)
Mas eu vou contar a todo mundo que eu já fui o teu amor

Não sei se te lembras, amor, qual foi a razão
que minha cabeça ficou em cima de teu coração...
A minha cabeleira ficou despenteada
só para esconder tua camisa de malandro toda esburacada (e é por isso)

(Estribilho)
Acho muita graça, meu bem, quando você passa
com toda essa pose que até me parece um rei...
Olha que eu te estranho e mando a navalha
e corto esse chapéu de palha e essa calça de flanela
que fui eu quem dei (e é por isso)

(Estribilho)

Vídeo incorreto?