Escrevi um bilhetinho para o meu amor
numa pétala de rosa perfumada
E entre as páginas do livro da recordação
a pétala secou e do nosso amor nem a saudade ficou

Hoje sozinha no mundo vivo a minha vida
tristonha, arrependida
Sei que um amor quando morre
deixa uma semente no coração da gente
Mas se amar é sofrer eu prefiro viver
sem querer bem a ninguém

Vídeo incorreto?