Éramos da escola mista, viviamos nós a brincar
Mas um dia o "sêo" Joãozinho entendeu de me beijar
Não sei se gostei ou não...
se é coisa que a gente esqueça...
O fato é que depois disso perdi de novo a cabeça...

Não, nessa barquinha não vou eu, não vou
Um furozinho ela tem
Enchendo d'água iria ao fundo
E olha eu afundando também

E as meninas protestaram o grande acontecimento
Chegaram mesmo a dizer: "Sim senhor, que atrevimento!"
E os beijos se sucediam, mas numa volta que ele deu
senti na boca o gostinho de um baton... não era o meu!

Não, nessa barquinha não vou eu, não vou
Um furozinho ela tem
Enchendo d'água iria ao fundo
E olha eu afundando também...

E olha eu afundando também!

Vídeo incorreto?