(est.) Isso não se atura, meu bem,
lá em Cascadura, ô

Lá em Cascadura, isso não se atura.

A Madame Butterfly diz que Beethoven é seu querido
Quando ouve a batucada, põe o dedo no ouvido
Diz que o samba é coisa "pau", faz barulho, inté se zanga
Mas à noite, toda prosa, dança o samba na Kananga (meu bem)

O sambista do Café (aí! eu não quero falar mal)
Só se lembra da morena quando chega o carnaval
Diz que o samba cá do morro já nasceu de "pé-quebrado"
Mesmo assim nosso capenga corre o mundo e é cantado

Batucada na Avenida a polícia não consente
Aparece o "tintureiro" e "sêo" guarda leva a gente
Já vi moço na cidade com fraqueza na farinha
Retocado e perfumado parecendo uma mocinha (meu bem)

Eu já fui numa macumba e no fim o pau comeu
Mas foi entre gente fina e a polícia não prendeu
O "Tarzan do Alfaiate" tem mania de valente
Só viaja de carona e quando salta pisa a gente...

Vídeo incorreto?