Escuta, meu amorzinho, p'rá que essa tolice?
Não sei se és sincero, não vês que eu te quero?
Deixa a frajolice, em vão eu te procuro
Confesso meu amor puro
Benzinho, não vai zangar
Meu queridinho, é demais tanto esperar
Com você quero casar

Se andares direitinho, vou então me apaixonar
Eu serei o teu anjinho (lindo par!)
conjungando bem juntinho o verbo amar
Vou gravar uma modinha, com você ao violão
Os acordes vão dizendo
que a paixão nasce sorrindo do teu coração

Vídeo incorreto?