(Estribilho)
Meu Pierrô, és a menina dos meus olhos tristes
E minha dor chorar não posso, pois de mim fugiste
Arlequim teve meus beijos e febril paixão
Porém é teu, somente teu meu pobre coração

Já não ouço mais os madrigais
que tu cantavas à luz do luar
Já não tenho mais a minha vida
iluminada pelo teu olhar
A tua voz só serve agora para soluçar
Teus olhos claros como a luz do sol
já se apagaram de tanto chorar (meu PierrÔ)

(Estribilho)
Toma o lenço, enxuga esse teu pranto
Olha para mim sorrindo, oh! meu Pierrô
E prende esse soluço na garganta
e vem cantar comigo nosso amor
Oh! meu Pierrô, o meu passado todo esquecerei
Só quero agora ter-te nos meus braços
p'rá dar-te um beijo que nunca te dei (meu Pierrô).

(Estribilho)

Vídeo incorreto?