Lambi a lágrima caída do teu rosto
E nela provei o desgosto
E a mágoa que te causei
Foi um arrependimento só
E até hoje no meu peito
Eu tenho um nó
Que só poderá ser desatado
Com você sempre ao meu lado
E eu tentando te explicar
Que a vida também tem os seus revezes
E no amor quando se perde
É difícil de aceitar
Meu gesto é de reconciliação
Te dedico este meu samba
Prá ganhar o teu perdão

Vídeo incorreto?