vem comigo curar seu nêgo
tô morrendo de mal de amor
pode me procurar sem medo
solidão já me transformou

já larguei a bebida e o jogo
mentira!
boemia não quero mais
oi, não quero mais
mas à noite eu quase morro
nesse sufoco
nesse desejo louco de te amar até cansar

sua volta devolve paz
deixa o meu peito leve e tráz
de volta o meu sossego
volta correndo meu bem querer
sua volta devolve paz
deixa o meu peito leve e tráz
de volta o meu sossego
tô doidinho pra te ver

manda lá entao
já paguei por meus erros
e assim faço juz ao teu perdão
já penei por negar o teu valor
ai meu deus!
já rezei uma prece pra Nossa Senhora
e até fiz promessa pra Nosso Senhor
rezei pra você esquecer das intrigas
que seja de novo meu amor

sua volta devolve paz
deixa o meu peito leve e tráz
de volta o meu sossego
volta correndo meu bem querer
sua volta devolve paz
deixa o meu peito leve e tráz
de volta o meu sossego
tô doidinho pra te ver

vem comigo curar seu nêgo
tô morrendo de mal de amor
pode me procurar sem medo
solidão já me transformou

já larguei a bebida e o jogo
mentira!
boemia não quero mais
oi, não quero mais
mas à noite eu quase morro
nesse sufoco
nesse desejo louco de te amar até cansar

sua volta devolve paz
deixa o meu peito leve e tráz
de volta o meu sossego
volta correndo meu bem querer
sua volta devolve paz
deixa o meu peito leve e tráz
de volta o meu sossego
tô doidinho pra te ver

já paguei por meus erros
e assim faço juz ao teu perdão
já penei por negar o teu valor
ai meu deus!
já rezei uma prece pra Nossa Senhora
e até fiz promessa pra Nosso Senhor
rezei pra você esquecer das intrigas
que seja de novo meu amor

sua volta devolve paz
deixa o meu peito leve e tráz
de volta o meu sossego
volta correndo meu bem querer
sua volta devolve paz
deixa o meu peito leve e tráz
de volta o meu sossego
tô doidinho pra te ver

Vídeo incorreto?