Que meus olhos


Que meus olhos,
Se encham,
Das altas montanhas,
Das noites
Brilhantes
Do Sol das manhãs.

Que meus olhos
Tentem
Buscar nas águas
Livres do Universo
As estrelas, aladas.

Que meus olhos
Se envolvam
Buscando minha alma
De fora
Para dentro
E mude meu olhar.

Que meus olhos
Se olham
Nos olhos
Do triste
Do difícil
Do duro
Com perdão e esperança

Que meus olhos
Se fechem
Numa noite estrelada
Com os sonhos
Cumpridos...
E me adormeçam, as fadas.