Valente


Essa é uma história que sei
Quase de memória e já vê
Contos da avô quando tomava a sopa
O que ela queria era ser
Sua doce princesa e acreditar
Que a raptavam e a fariam sua rainha
Sobre um grande cavalo branco,
Ou em um conversível
Com um buquê de rosas
E coroas de brilhantes

Dança, dança, princesinha
Com os pés descalços
Desprenda sua alma que levará a teu amado
Dança, dança, princesinha
No seu bosque encantado
E cante com o desejo de um amor
De um amor sonhado

Ele virá repleto de luz
De mil aventuras
Com um grande tesouro
E encontrará luas
Ele é o valente, eu sei
Que cruzará a tempo
A ponte que une sua terra e meu céu

Sobre um grande cavalo branco,
Ou em um conversível
Com um buquê de rosas
E coroas de brilhantes

Dança, dança, princesinha
Com os pés descalços
Desprenda sua alma que levará a teu amado
Dança, dança, princesinha
No seu bosque encantado
E cante com o desejo de um amor
De um amor sonhado

Dança, dança, princesinha
No seu bosque encantado
E cante com o desejo de um amor
De um amor sonhado

E esse conto terminou