Esta madeira de pinho foi muito bem trabalhada
Saiu lá da mata virgem viola foi transformada
Pequenina e faladeira a famosa caboclinha
Que veio lá do sertão pra falar da vida minha
Desde o tempo da infância que tenho esta inclinação
Viver com a viola nos braços com muita dedicação
Cantar e dançar catira pra alegrar o coração
A viola é um bom remédio pra curar quem tem paixão
O tempo passa depressa passa sem a gente vê
Deixa marca no passado tanto pra mim e a você
Lembranças alegres e tristes recordamos com saudade
A viola já me deu prazer e felicidade
Tenho em casa preparado um lugar pra guardar
Minha querida viola quando eu não puder tocar
Espero que ainda demore para isto acontecer
A viola e o catira faz parte do meu viver

Vídeo incorreto?