Sobre a luz da noite fria caminhava sem rumo algum
Também já não sabia o que fazer com a vida e o que fazer com o mundo.
Tudo o que enxergava era ilusão, um muro sem saída e o medo.

Não sei, ninguém o conhecia bem
E foi embora sem se despedir
Achou uma saída pra fugir da solidão
E assassinou a vida sozinho.

Pensou no que deixava, as recordações ia levar como momentos tolos.
Não tinha bons momentos. E aonde chega a solidão?
O cuidado é pouco e toda forma de fugir é covarde

Não sei, ninguém o conhecia bem
E foi embora sem se despedir
Achou uma saída pra fugir da solidão
E assassinou a vida sozinho.

Não há maldade em cima do mundo
E o desespero é consolo, cansaço
Quando o sol que existe é trocado por sangue
E fere a vida de quem já não quer mais viver

Vídeo incorreto?