Vento não sopres tão forte
Que está dormindo um piá
Sopre somente uma brisa
Que é cedo para acordar

Vento porque tanta força
Nos galhos do arvoredo
Que há filhotes no ninho
E filhotes não tem medo

Não corras vento te acalme
E a água não tenha mais
E há barqueiros sem remo
Em barco que se desgarra

Vento porque correr tanto
Sacudindo a sementeiras
(Se o agitar dos "chircais"
Enfurece as cruzeiras) 2x

Porque a pressa em correr
Porque correr sem cessar
Descansa junto do piá
Para junto despertar

Dorme "piazito" dorme
Que os ventos acalmarão
E quando os dois despertarem
Juntos os dois correrão

Não corras vento te acalme
E a água não tenha mais
E há barqueiros sem remo
Em barco que se desgarra

Vento porque corres tanto
Sacudindo a sementeiras
(Se o agitar dos "chircais"
Enfurece as cruzeiras) 2x

Vídeo incorreto?