Caju sai do cajueiro, taboa do tabuá
Porteira de cajarana, meu bem
Não segura marruá
Porteira de cajarana, meu bem
Não segura marruá

A canoa de ipê, remo de jequitibá
Na cachoeira do sítio venci os tupinambás
Da emboscada dos selvagens, meu bem
Por Deus pude me livrar
Da emboscada dos selvagens, meu bem
Por Deus pude me livrar

Caju sai do cajueiro, taboa do tabuá
Porteira de cajarana, meu bem
Não segura marruá
Porteira de cajarana, meu bem
Não segura marruá

Nas águas sou protegido, rainha mãe Iemanjá
Não tenho medo da fera nem do pulo que ela dá
O índio levou a gaiola, meu bem
Eu voltei com a sabiá
O índio levou a gaiola, meu bem
Eu voltei com a sabiá

Caju sai do cajueiro, taboa do tabuá
Porteira de cajarana, meu bem
Não segura marruá
Porteira de cajarana, meu bem
Não segura marruá

Vídeo incorreto?