Country

O caminhoneiro distante de sua terra
Subindo e descendo serra com seu caminhão pesado
Não tinha chance de regressar pra casa
Por que a onde lê chagava tinha outro frete marcado
O seu destinos nos pontos cardeais
Lhe judiava demais e lhe fazia chorar
Só em três pontos a bússola marcava
E nunca, nunca, apontava para o rumo do seu lar.

Caminhoneiro que dura profissão
Longe dos filhos e da sua paixão.

E o caminhoneiro com saudade da família
Suas lagrimas corriam no rosto a todo instante
Já bem cansado daquele estradão comprido
Foi perdendo o sentido e logo dormiu no volante
Sonhou com sua amada, matou sua saudade
E que felicidade ver seus filhos lhe beijando
Então o caçulinha num grito entre ais
Acorda meu papai estou lhe esperando.

Acordou no momento com grito do filho
Desviou ainda em tempo de cair no abismo.

O caminhoneiro lá no ponto de chagada
Entregou aquela carga, voltou pra casa correndo
E o caçulinha que também tinha sonhado
Doente, desenganado já no fim quase morrendo.
Quando o menino lhe viu logo gritou
Papai você voltou que lindo aquele idílio
A sorte muda, veja o que o destino fez
O filho salvou o pai e o pai salvou o filho.

Caminhoneiro que dura profissão
Longe dos filhos e da sua paixão.

Vídeo incorreto?