E se o mundo revirá
Nóis agarra no barranco
Se o carro enguissá
Nóis arranca ele no tranco
Se o dinheiro acabar
Nóis levanta mais no banco

Mais só não pode acabar com as muié
Nóis não vive sem muié
Nóis e doido por muié

Se a careca aumentá
Nóis arranja uma piruca
Se meu time não ganhá
No juiz nóis poem a culpa
Se a vida amarga nóis adoça com açúcar

Mais só não pode acabar...

Se a canoa afundá
Nóis travessa o rio a nado
Se a inchada inferrujá
Nóis capina de machado
Se o chuveiro não isquentá
Nóis toma banho gelado

Mais só não pode acabar...

Se o alicate nã arrancá nóis arranca com o dente
Se a inflação aumentá
Nóis derruba o presidente
Se a patroa esfriá
Nóis arranja outra mais quente

Mais só não pode acabar...

Se o capeta aparecer
Nóis reza uma ave maria
Se a reza não valê
Nóis dispara na corrida
Se as perna endurecer
Nóis enfrenta ele na briga

Vídeo incorreto?