Pés Descalços

Você faz de mim o seu último passo
E só me procura se não tem ninguém
Me faz de badido, de gato e sapato
Amante maldito que só te faz bem

Refúgio secreto nas noites de angústia
Seu corpo seguro nos nariz da dor
Nas minhas carícias de beijos e abraços
Procura juntar uma a um seus pedaços
Pra sair a procura de um outro amor

Você me enlouquece com tantas trapaças
Quebrando as vidraças
Da minha ilusão
Promete que agora voltou pra ficar
E não vai mais brincar
Com meu coração

Mas quando acredito na mesma história
Vejo o meu mundo outra vez se acabar
Te ouço fugindo com os pés descalços
No meio da noite, saindo do quarto
Fazendo silêncio pra não me acordar

Procuro esquecer seu perfume na cama
E mudo de quarto querendo fugir
Mas todo meu corpo de anseia reclama
Eu perco o sono querendo dormir

Prometo deixar de aceitar o seu jogo
Mas estou no fogo da sua paixão
Pra mim não importa o uqe você faça lá fora
Se você cedo ou vem fora de hora
Você traz a vida pro meu coração

Você me enlouquece com tantas trapaças
Quebrando as vidraças
Da minha ilusão
Promete que agora voltou pra ficar
E não vai mais brincar
Com meu coração

Vídeo incorreto?