A gente vive comprando brigas
Não entendia o que estava errado
Agora sei como te amar
Pegar sua alma pelas mãos
Destemido imaginario pôr do sol
Pra te explorar

Refrão
Oh lua branca seja minha amiga
Fala pra ela que paixão antiga
Não morre nunca não, não morre nunca não

Oh mar! diz a ela que
Mar! eu sempre estarei
Mar! sempre ao seu lado
Oh mar! como eu sonhei

Seu olhar aluscina minha razão
Ao anoitecer só penso em você
Sinto o vazio crescer com a escuridão
Se canto essa canção
É pra não mais sofrer com essa solidão
Fico a espera da luz do seu olhar

Vídeo incorreto?