O planeta terra, casa de muitos, não tem presidente.
Mas o ser humano se apossou das terras e fez indigentes.
Matou animais, poluiu as águas, arrasou nascentes.
E o pobre sofre de fome num mundo com tantas sementes.

No cerrado goiano todo esse pranto vem da natureza.
Nossa história morre na memória em meio a tanta riqueza.
Mas se o pequi floresce, a vida agradece por tanta beleza.

Plantar nos campos, preservar a vida, brotar a semente,
Reconstruir o mundo, pensar diferente.
O dinheiro compra terras, mares, plantas, tudo que se vende.
Não compra a alegria de ver renascer toda essa gente.

Vídeo incorreto?