Nos pés de Roger Milla
O mundo inteiro se encantou
Na arte de Whoopi Goldberg
O tempo conhece o "décòr"
Mandela, palavra divina
De rara beleza, de brilho esplendor
Pra tantas Áfricas do Sul
Há sempre um negro gritando eu sou

Africana, lererê
Sou ilê de Salvador
Sou o Harlem quando dança
Seu "break" ligado num gravador

Resistir quando o sol eles negam
Na ternura de um dia encontrar
Tambores, pinturas e danças
Um rap na rua, a flor do Ijexá
Ser madeira que a terra cativa
Com cores nativas de ébano e mar
Sou teu reggae, teu funk, teu samba
Quando a pele é sem cor somos Jah!

Vídeo incorreto?