"o forró está na alma, na mente, no coração
Nordestino não se acalma se ouve o som de um baião
Corre, pula, se agita, toma logo uma "birita"
E dança ao som de gonzagão"

Morena aperte o passo
Eu não quero ver canseira
O forró de mano véio
Tem xamêgo a noite inteira
Lá no patativa, lá na casa do alemão
Tem côco, tem xaxado, tem xote, tem baião

Morena quero teu molho
Pro tempero do forró
Quero ver suor correndo
Ver o chão levantar pó
Pra dançar forró eu vou em qualquer lugar
Seja perto, seja longe, com você eu já tô lá

Sou nordestino sou de fé
E sou doido por um forró
Se tem um bom arrastapé
Vou de carro, vou a pé
Só não gosto de ir só

Vou com você minha morena
Esquentar essa noite fria
No fogo da nossa paixão
Dançando xote e baião
Vamos amanhecer o dia, hey!

Eu sou doidim por forró
Eu sou doidim por forró
Eu sou doidim por forró

Vídeo incorreto?