As fitas vão avoando
No braço dessa viola
Feita de pinho da serra
Temperada com o orvalho da aurora
As cordas vão dim-dim-dando
No braço dessa viola
E o canto que brota do bojo
Feliz só ele me consola
O destino não me mete medo
Pois no braço dessa viola
Feito tear eu teço
Meu futuro em versos de moda
Êh viola que trago no peito
Êh viola meu pai me deu
Pra cumprir a folia da vida
Tomara Deus

Vídeo incorreto?