Nasci pra ser escravo de você
Pra chamá-la de querida
Meu amor não te medida
Minha doce aparecida
Você é o grande amor da minha vida

Quem leva pra você café na cama
Quem da "beijim" na boca pra dormir
Quem repete dia e noite que te ama
E quem te chama toda hora pra sair
Quem abre e fecha a porta do seu carro
O álcool e o cigarro abandonou
Vai no shopping de mãos dadas fazer compra
E só te chama de benzinho e meu amor

Nasci pra ser escravo de você
Pra chamá-la de querida
Meu amor não te medida
Minha doce aparecida
Você é o grande amor da minha vida

Vídeo incorreto?