O céu coberto pelas nuvens de algodão
Trazendo a chuva pra regar a plantação
E no roçado pé de milho embonecando faz brotar a
esperança dentro de uma coração
A vida simples num ranchinho sossegado arando a terra
até o sol se por
Seu dia a dia de trabalho é tão pesado e a noite se
aconchega nos braços de um amor
Clarão da lua vai iluminando o chão e o sertanejo vai
cantando uma canção
E essa moda vai dentro do coração linda cabocla que é
sua inspiração
E na casinha de tijolo aparente em sua rede uma viola
a dedilhar
a caboclinha pra matar a sua cede com a boca perfumada
os seus lábios vai beijar
Reuva molhada tudo fica uma beleza
tão radiante que não da pra descrever
cheiro do mato se espalhando na grandeza de uma grande
amor quando começa a anoitecer
[coro]
Clarão da lua vai iluminando o chão e o sertanejo vai
cantando uma canção
E essa moda vai dentro do coração linda cabocla que é
sua inspiração

Vídeo incorreto?