Calcem as botas
Corram direto pros braços
De quem manda mais
E nem tá aí se vai amanhecer
Tirem as roupas
Voltem direto pros braços
De quem sabe mais
E não espera o mal acontecer
Já vi o bastante
Mas ainda quero ver o brilho
De um novo dia longe
Claro e com você

Tudo está tão quente eu posso ver
O mundo andar de volta
Pro lugar de onde se perdeu
O mundo é teu agora

Cantem comigo
Que o tempo é um inimigo
Pra quem não entende
Que também é bom envelhecer
O que é antigo
É a base do que é novo
E o novo não existe
Sem que exista eu e você
Todo planeta
Corre direto pro abraço
Do instantâneo jeito novo de viver

Tudo está tão quente eu posso ver
O mundo andar de volta
Pro lugar de onde se perdeu
O mundo é teu agora

Vídeo incorreto?