Podes Crer
Eu vim aqui pra te dizer, te dar um toque
Num lance livre não pode ter rebote
Bola na trave é que não pode acontecer

Podes crer
Não quero título de marginalidade pra você
Podes crer
A babilônia tá querendo 'carcumê'

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Rio de Janeiro, paiol de pólvora

Sempre após a bela noite de lua
O sol vai radiar a luz do dia
O que desperta a cidade
Desperta a periferia

Sonhos, desejos, ambições...
Em meio à correria,
Uns tropeçam e não levantam mais
Outros milagrosamente seguem em paz

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Vídeo incorreto?